24/08/2014

Demonhigh - garage-rock galego


Os Demonhigh são uma banda galega, mais concretamente de Vigo, Espanha formada a partir das cinzas dos Fuzzipopes & the Devil´s Carpet.
Para além de deixarem de cantar em inglês, como na anterior banda, e passarem a exprimir-se em castelhano, esta banda faz um som mais garage-rock que me agrada bastante mais.


Editaram o seu álbum de estreia ("Corazón Ardiente") no passado mês de Março e aqui temos dez temas de puro garage-rock cantado em castelhano fazendo recordar os seus conterrâneos Mujeres e Novedades Carminha.


Começaram por seu um duo constituído por Senra (guitarra e voz) e por Docampo (bateria), ao qual se juntou mais tarde o guitarrista Mauri para dar um som mais intenso à banda.
O resultado é um cocktail de influências desde o garage lo-fi dos Black Lips e Jacuzzi Boys... até ao movimento sul-americano dos anos 60 dos Los Saicos e a cena garage actual cantada em castelhano, como é o caso, dos Davila 666 e dos Los Explosivos.


Um grande álbum, sem dúvida, e uma banda a ter em muita atenção, por isso é aconselhável que passem regularmente pelo seu bandcamp.

17/08/2014

Ringo Deathstarr - shoegaze em pleno séc. XXI



Os Ringo Deathstarr são uma banda formada em 2005 pelo guitarrista Elliott Frazier na sua cidade natal Beaumont, Texas (USA) . Após se mudar para Austin conseguiu estabilizar a formação com a ajuda do guitarrista Renan McFarland, da baixista Alex Gehring e do baterista Dustin Gaudet.


Após os primeiros registos foram várias vezes intitulados como os novos Jesus & Mary Chain, ou os novos My Bloody Valentine, mas conseguiram libertarem-se desse peso apesar de manterem a onda shoegaze durante todos os seus trabalhos.



Lançaram vários EP's entre 2007 e 2009 que viriam a ser compilados em "Sparkler" de 2011. Nesse mesmo ano lançaram o primeiro álbum de originais, o estrondoso "Colour Trip".
Após uma tour europeia onde lançaram o EP "Shadow", editaram o segundo álbum "Mauve" em 2012 e no ano seguinte lançaram o EP "God's Dream".







Com a evolução nota-se que as influências iniciais se estão a esbater um pouco, fazendo com que desvaneça um pouco a impressão que as pessoas tinham deles de "não fazerem um som original e utilizarem a mesma receita criada por outros 30 anos antes".
Isto não significa que seja uma coisa má, apenas começam a trilhar o seu próprio caminho/estilo e isso é sempre bom numa banda.



11/08/2014

Best Of 2013 - EP's & Singles


Esta é uma lista dos EP's /singles que eu considero terem sido os melhores que saíram em 2013 no mundo
do garage-rock e garage-punk.
É uma lista de apenas 7", EP's e singles. Isto é, álbuns, compilações e álbuns ao vivo não foram incluídos!
Podes aproveitar este video para conheceres aquelas que provavelmente irão ser as tuas bandas favoritas no futuro.
Ajuda estes artistas! Compra os seus discos e assiste aos seus concertos!




--------------------------------- TRACK LIST ---------------------------------

(intro) - The Rodney Kings - burgerz and booze
The Baron Four - yes i do (from "Yes I Do")   -  mais info aqui
Bits Of Shit - lazy cowgirls (from "Rider")  -  mais info aqui
The Blind Shake - garbage on glue (from "The Blind Shake") - mais info aqui
Cheap Time - soon over soon (from "Goodbye Age")  -  mais info aqui
Cool Runnings - cool death (from "Higher Learning")  -  mais info aqui
Destruction Unit - sonic pearl (from "Two Strong Hits")  -  mais info aqui
Dragster - lou l'enfer chasseur de dragons (from "Shit by Dragster")  -  mais info aqui
Endless Bummer - such a drag (from "Ripper Current")  -  mais info aqui
The Frights - beach porn (from "Dead Beach")  -  mais info aqui
Fuzz - sunderberry dream (from "Sunderberry Dream")  -  mais info aqui
Gary Wrong Group - heroin beach serpents attacks (from "Knights Of Misery")  -  mais info aqui
The Jack Shits - you don't learn (from "The Fine Art Of Bleeding")  -  mais info aqui
Las Ardillas - linda niña (from "Linda Niña")  -  mais info aqui
Les Baton Rouge - so much for evolution (from "Canal Express")  -  mais info aqui
Life Stinks - drag you (from "Shadow On The Wall")  -  mais info aqui
Livids - (some of us have) adrenalized hearts (from "Adrenalized Hearts")  -  mais info aqui
Los Vigilantes - volverá (from "Mi Siento Azul")  -  mais info aqui
Magnetix - de pire en pire (from "De Pire En Pire")  -  mais info aqui
Mary Goes Wild - i won't be liked (from "A La Mierda")  -  mais info aqui
Mike Krol - plague (from "Trust Fund")  -  mais info aqui
New Coke - i am drunk, i have gun, i want names (from "Duct Tape Your Mouth")  -  mais info aqui
Nobunny - eat it (from "Euro Tour 2013")  -  mais info aqui
Obnox - i'm a bug (bugged out) (from "Canabible Ohio")  -  mais info aqui
Paint Fumes - sally smoked dope (from "Sally Smoked Dope")  -  mais info aqui
The Parkinsons - city of nothing (from "City Of Nothing")  -  mais info aqui
Parquet Courts - you've got me wonderin' now (from "Tally All The Things That You Broke")  -  mais info aqui
Pista - primeira (from "Pista") - mais info aqui
The Raydios - no expectation (from "No Expectation")  -  mais info aqui
Real Numbers - perils of pauline (from "Only Two Can Play")  -  mais info aqui
Red Hex - shoulda known (from "Shoulda Known")  -   mais info aqui
The Sleaze - tecktonik girlz (from "Tecktonik Girlz & Other Hits")  -  mais info aqui
Sneaky Pinks - puke pudding (from "I'm Punk")  -  mais info aqui
Son Of a Gun - oh well (from "EP")  -  mais info aqui
Sonny Vincent - come for you (from "Totally Fucked")  -  mais info aqui
Soupcans - parasite brain (from "Parasite Brain")  -  mais info aqui
Steve Adamyk Band - you're fired (from "Monterrey")  -  mais info aqui
Stolen Girls - fuck morrissey (with a knife) (from "Stolen Girls")  -  mais info aqui
The Strypes - you can't judge a book by the cover (from "Blue Collar Jane")  -  mais info aqui
Thee Nodes - filthy gaze (from "All Day, Every Day")  -  mais info aqui
Thee Oh Sees - sewer fire (from "Moon Sick")  -  mais info aqui
Thee Tee Pees - bitchin' titties (from "Bitchin' Titties")  -  mais info aqui
Ty Segall - would you be my love (from "Would You Be My Love")  -  mais info aqui
White Reaper - the cut (from "Conspirator/The Cut")  -  mais info aqui
The Wytches - digsaw (from "Digsaw")  -  mais info aqui
(outro) - Thee Creeps - the witch wants your head



07/08/2014

Los Vigilantes - mango-flavored rock ‘n’ roll



Os porto-riquenhos Los Vigilantes que já tinha falado aqui, aquando da edição do álbum de estreia em 2011, estão de regresso com o segundo álbum intitulado "Al Fin".

 

Neste novo disco, deixam um pouco de lado a agressividade punk que caracterizou o álbum de estreia e lançam-se num garage-rock fazendo lembrar (e muito) os seus conterrâneos Dávila666.
Com a influência de músicas dos anos 50 completamente deformadas por uma miragem de ondas de calor, faz com que tenhamos um álbum de rock'n'roll com sabor a uma qualquer fruta tropical.


Para os mais distraídos deixo ainda o disco de 2011 nos comentários deste post.

02/08/2014

Hank Wood And The Hammerheads - NY punx


Os Hank Wood And The Hammerheads são uma banda de New York, USA e fazem um garage-punk que junta o espírito de festa dos The Spits, o ácido corrosivo dos Final Solutions, a tosquice de 3 acordes dos Supercharger e as lutas de bar dos Murder City Devils.
Sabe bem descobrir que NY ainda produz bandas bem furiosas e cheias de energia, e estes Hammerheads lançaram dois álbuns que me fizeram lembrar os primeiros LP's que comprei dos Pussy Galore, Cheater Slicks, Action Swingers e dos Chrome Cranks.




O primeiro álbum foi lançado em 2012 com o nome "Go Home!" e após uns rumores que teriam terminado, este ano voltaram ao activo e lançaram "Stay Home!!".


Alguns temas têm teclados, alguns têm chocalhos, e outros têm isso tudo. Alguns temas são rápidos, alguns são lentos, mas cada canção é cheia de energia e raiva. Um dos tópicos frequentes das letras da banda é a luta diária de um jovem de classe baixa e a sua perspectiva, quando é submetido a um mundo de merda pelas autoridades e/ou por pessoas que não são de NY (ambos parecem ser igualmente irritantes). É curioso o facto do vocalista aparecer quase sempre com uma t-shirt dos Fear, banda esta que não era nada simpática para as pessoas de NY.




31/07/2014

The Wytches - heavy surf-psych from Brighton


Os The Wytches são uma banda de Brighton, Inglaterra criada em 2013 quando o vocalista/guitarrista Kristian Bell e o baterista Gianni Honey resolveram acabar com a sua anterior banda (os The Crooked Canes) e fazer um cartaz a recrutar um novo baixista. Acabaram por escolher Dan Rumsey e o primeiro concerto aconteceu numa "batalha de bandas" em que só tocaram duas músicas e terminou num caos completo, não se chegando a saber quem venceu a prova.



Foi com este formato de trio que começaram a gravar temas e após terem editado quase uma dezena de EP's / singles, do qual destaco o single "Digsaw", lançam agora o álbum de estreia intitulado "Annabel Dream Reader".


Neste álbum estamos perante um rock-psicadélico que me agrada bastante, onde a voz doce e melancólica do jovem Bell é bastantes vezes incendiada com a guitarra e baixo bem dark que nos faz catapultar para outra dimensão. Muitas vezes comparados com uns jovens Pixies no início da carreira, julgo que estes Wytches são uma banda bem mais dark que a banda de Frank Black alguma vez tenha sido.



As letras de Bell dão a entender que se trata dum jovem deprimido e isso nota-se bastante num dos meus  temas preferidos "Wire Frame Mattress" onde acaba por cantar "You sit there and laugh will my dignity collapses" fazendo com que fiquemos com a ideia que se trata de um último murmúrio antes de cometer alguma espécie de crime.


Estou ansioso para os ver ao vivo e em Setembro passarão por Portugal (Festival Reverence Valada), oportunidade essa que não posso deixar escapar.

29/07/2014

7 anos / years / ans / anni / jahre


Parabéns a mim e a todos!!! O primeiro post foi colocado no blog há precisamente 7 anos!
Quando o criei a minha principal preocupação era encontrar pelo menos uma pessoa que adorasse estas bandas doentias, passado todo este tempo encontrei centenas.
Alguns tornaram-se verdadeiros amigos para a vida e é algo que nunca imaginei, nem sequer imaginei ser possível ter tantos visitantes do Brasil, Alemanha, Espanha, Itália, Estados Unidos da América, ...
A todos gostaria de expressar um muito obrigado e espero que se tenham divertido tanto como eu nestes anos.



Durante este último ano tive a felicidade de receber muitas prendas, desde os óculos usados por Captain Death dos Tracy Lee Summer (reparem no pormenor de estarem autografados nas lentes), aos álbuns de estreia dos amigos brasileiros The Snow Twins, dos hiper-simpáticos The Jack Shits, dos ruidosos Planeta Quadrado e do grande Nick Nicotine & His Mystical Orchestra (Nicotine's Orchestra).
A todos, o meu muito obrigado!!!

Não queria deixar de agradecer imenso a Sisley Waddington pelo trabalho e empenho na criação gráfica de todo este estaminé e sempre disponível para me acompanhar em todas as minhas loucuras.
Isto não é uma despedida, é apenas um marco, para o ano cá estaremos novamente (espero).
Abreijos!

26/07/2014

Parquet Courts - as novas estrelas do rock nova-iorquino


Os Parquet Courts são uma banda de Brooklyn, New York (USA) constituída por Andrew Savage (vocalista / guitarrista), Austin Brown (vocalista / guitarrista), Sean Yeaton (baixista) e Max Savage (baterista).



Para quem não se lembra, Andrew Savage fez parte do duo Fergus & Geronimo, famosos por juntarem o experimentalismo sónico com sintetizadores pop, por isso nota-se que estes Parquet Courts foram buscar essa influência mais indie e juntaram-lhe valentes doses de guitarras a rasgar e alguns pozinhos de punk-rock.



Lançaram uma cassete ("American Specialties") em 2011 que é considerada como o primeiro álbum e no ano seguinte editaram "Light Up Gold". Agora em 2014 editaram o terceiro álbum de originais, o fabuloso "Sunbathing Animal" que em determinados momentos me faz lembrar bastante o som feito pelos extintos Pavement.

 










25/07/2014

Dinos Boys - rock 'n' roll corajoso e cheio de escárnio



Os Dinos Boys são uma banda de Atlanta, Georgia (USA) formada pelo vocalista/guitarrista Danny Song que recrutou membros de bandas locais para o acompanhar neste novo projecto. Para o lugar de segundo guitarrista temos Chase Noles, o líder dos Heart Attacks, para baixista foi recrutar Mike Koechlin, membro de várias bandas da área (Predator, Frantic, Beat Beat Beat, ...) e para baterista começou por ter Matt McCalvin, mas que foi rapidamente substituído por Tyler Kinney das bandas hardcore Ralph e Manic.




Após terem lançado um single em 2013 com os temas "Play Dead + Scab", este ano lançaram o primeiro álbum intitulado "Last Ones". Desfilando 11 temas em menos de 20 minutos, temos um power-punk com laivos de hard-rock e pub-rock que não são mais que um aviso para o resto do mundo que o rock 'n' roll está vivo e em forma!



Já agora, Dinos é um acrónimo para - Despicable Ignorant Nasty Ole Shitstirrers. E de facto, são uma banda bem divertida, como todo o rock lá no fundo deveria ser.



21/07/2014

Catholic Spit - eclipse total na solarenga Ventura



Os Catholic Spit são uma banda da solarenga cidade de Ventura, na Califórnia (USA) formada a partir das cinzas de outra banda local, os Dogends. Liderados pela vocalista Ericka Garcia, os Catholic Spit fazem um som death-punk bem dark, fazendo lembrar os T.S.O.L. bem como toda a onda gótica do Reino Unido.



Após terem editado um single no final de 2012, em meados de 2013 editaram o seu único álbum. Intitulado "A Pact with the Devil" temos aqui um disco que claramente poderia ter sido editado no início dos anos 80, com temas como "Die Alone" ou "Inevitable Death" a serem autênticos hinos para jovens deprimidos.


Esta banda tem um grande potencial que espero seja aproveitado em outros lançamentos, é uma questão de estar atento ao bandcamp deles.